Imagens, Comentários e Estórias de Valdanta (Chaves) e das suas gentes. O meu endereço é "pereira.mos@sapo.pt"
Quinta-feira, 25 de Janeiro de 2007
Ferreiro de Valdanta

O ferreiro de Valdanta foi uma daquelas pessoas que passou por lá e que, talvez, não haja ninguém que tenha convivido com ele e que o tenha esquecido.

Quando éramos miúdos e tinhamos "coxo", "epigens" ou outra maleita do género, levavam-nos ao ferreiro para fazer, na forja, um óleo de nóz com que nos curava. Ia-se ao ferreiro para aguçar um pico ou um sacho ou outro qualquer serviço da sua arte. Ia-se ao ferreiro até e apenas para nos aquecermos na forja, oferecendo-nos para dar ao fole. Quando uma enxada já estava muito gasta dizia-se:

- Leba o ôlho ó ferreiro qu'ele faz-te uma noba!...

Não sei ao certo de onde era natural o senhor António ferreiro, mas suponho que era de Santa Comba de Vales no concelho de Mirandela. Casou na Abobeleira e foi para Valdanta onde se instalou com uma forja junto à estrada, naquela casa amarela que se vê na fotografia, e por aí trabalhou e viveu. Teve uma quantidade enorme de filhos, não sei ao certo quantos, alguns com idades próximas da minha, com quem convivi e andei na escola, como o Zé, a Helena, o Aniceto, o Horácio e a Laida. Dos mais velhos, recordo-me da Alzira, da Alice, do João e do Manuel. Não sei se havia mais. O Horácio que vive em Viseu, se por acaso tiver conhecimento disto, que nos esclareça.

A maneira de falar dele era muito engraçada. Quando lhe perguntavam porque é que tinha tantos filhos, respondia acentuando muito os "ss":

- "É a minha Subana, (Silvana) é só uma chiscadela e já está".

Gostava muito de uma pinga de vinho, mas, para ele, não havia como o do Quim Morilho. Quando ia para a Abobeleira, entregar obra feita ou tratar dos terrenos que por lá tinha, passava sempre por casa do Morilho com o sentido de beber um copito, e então dizia:

- Ó Morilho cadalho, tenho uma sede do cadalho, e só o teu binho é que me mata a sede, cadalho, dá cá um copo cadalho.

O Morilho, que gostava de o ouvir, dizia-lhe:

- Atão na Abobeleira num te deram de buber?

- Deram cadalho, mas só o teu binho é que me mata a sede cadalho, dá cá um copo cadalho.

Era sempre assim quando o Ferreiro passava pela casa do Morilho e eu, também com o sentido que o Morilho me molhasse a garganta, lá me aproximava para ouvir as histórias do Ferreiro.

Também fumava bastante, daqueles cigarros chamados "mata-ratos", mas um dia adoeceu e teve que ir ao médico.

Foi a Chaves a uma consulta. O médico fez-lhe umas perguntas, uns exames, auscultou-o e torceu o nariz. Virou-se para ele, com cara de quem não gostou nada do estado de saúde do Ferreiro, e disse-lhe:

- Ó senhor António! ... O senhor se quizer continuar a viver por mais uns tempos tem que deixar de fumar e beber!... (mais uma torcedela de nariz) Senão....

O Ferreiro coça a cabeça, olha para o médico de soslaio, dá uma volta ao chapéu que tinha pousado nos joelhos e que por acaso até já nem parecia chapéu nem nada, ou antes, mais parecia um capacho do lagar de azeite, vira-se para o médico e diz com muita convição:

- Ó senhor doitor, cadalho, entes quero continuar a fumar do que deixar de buber, cadalho!...

 



publicado por J. Pereira às 23:06
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




J. Pereira
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


blog-logo
Flavienses TT
posts recentes

Uma Matança em Valdanta

Mais reis

Os Reis de 2013 cantados ...

S. Domingos

Cantos da minha paixão

O Folar de Chaves

Neblina até Curalha

Grupo AMIZADE

CALDO DO POTE (para o Nov...

Boas Festas

O Cando com Encanto

Valdanta está em festa

Festa de S. Domingos - Pr...

Um amigo está doente

“Maldição de S. CAETANO(?...

Xinder

Princípio do Fim

Brincadeiras

UMA PÁSCOA EM TEMPO DE CR...

Missa de 7.º Dia

Recantos da minha Terra

Geração à Rasca

Valdantenses por outras p...

A Primavera vem aí

S. Domingos 2011

Amendoeiras em Flor

Reflexos

Tive Sorte

Recantos

Beleza de Valdanta e do M...

Esclarecimento

O recreio da minha escola

Um bom serão

Torneio de FUTSAL

Os Reis

Hoje é dia de Reis

Feliz 2011

Feliz Natal

Matança do Reco na ABOBEL...

O Blero

G. D. de Chaves (anos 50)

4.º Aniversário do Blog

S. Domingos - Resumo da s...

Ovelheiro

Igreja da Abobeleira

Nadir Afonso - Doutor Hon...

Encontro dos Bloguistas d...

Recanto de Valdanta

A D. Maria Isabel faleceu

É preciso ir aos treinos

arquivo

Março 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006