Imagens, Comentários e Estórias de Valdanta (Chaves) e das suas gentes. O meu endereço é "pereira.mos@sapo.pt"
Segunda-feira, 11 de Janeiro de 2010
Os Reis de S. Sebastião 2010

Os Reis de S. Sebastião 2010


“Cada roca tem seu fuso assim como cada terra tem seu uso”. Este ditado muito antigo e verdadeiro diz bem das tradições populares de cada terra ou região.
Existe a Senhora do Engaranho, a Senhora do Almortão, a lenda da fonte de moura ou da fonte do ouro, as gravuras do Outeiro Machado ou de Foz Côa, e, nós temos a tradi-ção de cantar os Reis de S. Sebastião.
Esta tradição secular com base numa promessa das gentes crentes da freguesia de Val-danta para que S. Sebastião lhes protegesse as suas crias das pestes que as atormenta-vam, tomou proporções e estatuto de cerimónia e património de todos.
Nestes tempos modernos que atravessamos muitas coisas mudaram e se extinguiram ou estão em vias de extinção. Penso que há muita gente por Valdanta que já está farta des-tas festas e já se começa a ouvir frases como esta “não dou dinheiro para sustentar pan-çudos” ou “quem quer ir deve ir comer a sua casa, por isso não dou dinheiro para come-zainas”.
Quem pensa assim está enganado, pois se toda a vida houve quem assumisse o “cantar dos Reis” com as suas fracas posses e fazia a festa conforme podia, hoje há muita gente que não quer ter despesas e toda a gente entende que assim deve ser, por isso a Comis-são fabriqueira da paróquia de Valdanta com o apoio da Junta de Freguesia em boa hora tomou a iniciativa de organizar e cantar os Reis, e isso já há algum tempo que vem acontecendo e eu repito, em boa hora, mas há sempre quem critique e que ache que há politiquice no assunto e que isto é para favorecer este ou aquele partido.
Eu defendi e defendo a criação de uma Associação apartidária que sirva para estas e outras coisas boas da nossa tradição popular. É claro que este caso tem que ser iniciado a partir de Valdanta com gente residente sem interesses político-partidários.
Vejo com agrado, mas ao mesmo tempo alguma tristeza que várias pessoas de Valdanta fazem parte do Grupo Amizade com muito valor e dedicação. Porquê, não há um grupo em Valdanta? Porque não há uma organização que tome isso a seu encargo. Porquê, é necessário haver desentendimento todos os anos para que os Reis sejam cantados?
Vamos ao assunto sem medo ou preconceitos e teremos, no futuro, muito mais prazer e orgulho na nossa freguesia.
O certo é que a tradição, mais uma, vez foi cumprida.

O repórter começou tarde e pela capela da Granjinha.

 

Na Granjinha há sempre um lugar especial, a casa do sr. Cruz.  Um abraço para ele e que as suas melhoras sejam rápidas.

 

A alegria foi constante durante todo o dia.

 

 

Até nas Casas dos Montes gostam de nós.

 

Pausa para o almoço. Parabéns ao mestre e suas "partenairs".

 

 

 

Na Igreja Paroquial é momento solene.

 

 

Na casa do sr. Alberto também foi cumprida a tradição.

 

 

O repasto dos guerreiros.

 

Aqui até o cozinheiro tocou e cantou.

 

Por fim as senhoras que ajudaram colaboraram na festa.

Para o ano que vem haverá mais concerteza.

 



publicado por J. Pereira às 21:21
link do post | comentar | favorito

5 comentários:
De Um amigo a 12 de Janeiro de 2010 às 14:59
Sr. Pereira na verdade e infelizmente os Reis de Valdanta a S. Sebastião têm a tendência a desaparecer, acontece por motivos que não Vêm agora ao caso que os casais que deveriam cantar os Reis não o fizeram se o fizessem convidariam os seus amigos e o problema estava resolvido, por falta de de mordomos para cantar os Reis alguém na freguesia com a ajuda da junta resolveu e muito bem cantar os referidos Reis, acontece que a partir daqui a que as coisas não funcionaram lá muito bem pois houve uns que foram convidados pessoalmente e outros que não foram convidados, dizem que na igreja foi dada essa informação, como sabe há muita gente que não vai á missa, isto só para dizer que uns são filhos da aldeia e outros são filhos não sei de onde.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Sr. Pereira na verdade e infelizmente os Reis de Valdanta a S. Sebastião têm a tendência a desaparecer, acontece por motivos que não Vêm agora ao caso que os casais que deveriam cantar os Reis não o fizeram se o fizessem convidariam os seus amigos e o problema estava resolvido, por falta de de mordomos para cantar os Reis alguém na freguesia com a ajuda da junta resolveu e muito bem cantar os referidos Reis, acontece que a partir daqui a que as coisas não funcionaram lá muito bem pois houve uns que foram convidados pessoalmente e outros que não foram convidados, dizem que na igreja foi dada essa informação, como sabe há muita gente que não vai á missa, isto só para dizer que uns são filhos da aldeia e outros são filhos não sei de onde. <BR class=incorrect <a name="incorrect">Emfim</A> </A>Sr. Pereira se isto não é politica eu vou ali e já volto. <BR>Continue a divulgar a sua aldeia para que o que se passa possa chegar a qualquer parte onde haja um conterrâneo <BR>Cumprimentos


De J. Pereira a 12 de Janeiro de 2010 às 21:57
O problema é que há sempre quem se melindre com isto ou aquilo que, às vezes, não é nada.


De Lai Cruz a 12 de Janeiro de 2010 às 18:58
Parabéns a todos os homens da freguesia, pela sua participação e entusiasmo; e sobretudo por não deixarem morrer esta linda tradição.
Parabéns ao "menino" da camisola "azul bebé", estranhamente vejo-o aqui, sei que canta muito mal, mas à mesa é um bom garfo. (LOL)


De J. Pereira a 12 de Janeiro de 2010 às 21:55
Tu havias de o ver a tocar pratos. Mas dos de certo!...


De chico frança a 13 de Janeiro de 2010 às 21:26
parece que tiveram sol no dia de reis e foi um bom convívio parabéns e viva a tradição


Comentar post

J. Pereira
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


O Tempo em Valdanta
blog-logo
Flavienses TT
Visitas
posts recentes

Uma Matança em Valdanta

Mais reis

Os Reis de 2013 cantados ...

S. Domingos

Cantos da minha paixão

O Folar de Chaves

Neblina até Curalha

Grupo AMIZADE

CALDO DO POTE (para o Nov...

Boas Festas

O Cando com Encanto

Valdanta está em festa

Festa de S. Domingos - Pr...

Um amigo está doente

“Maldição de S. CAETANO(?...

Xinder

Princípio do Fim

Brincadeiras

UMA PÁSCOA EM TEMPO DE CR...

Missa de 7.º Dia

Recantos da minha Terra

Geração à Rasca

Valdantenses por outras p...

A Primavera vem aí

S. Domingos 2011

Amendoeiras em Flor

Reflexos

Tive Sorte

Recantos

Beleza de Valdanta e do M...

Esclarecimento

O recreio da minha escola

Um bom serão

Torneio de FUTSAL

Os Reis

Hoje é dia de Reis

Feliz 2011

Feliz Natal

Matança do Reco na ABOBEL...

O Blero

G. D. de Chaves (anos 50)

4.º Aniversário do Blog

S. Domingos - Resumo da s...

Ovelheiro

Igreja da Abobeleira

Nadir Afonso - Doutor Hon...

Encontro dos Bloguistas d...

Recanto de Valdanta

A D. Maria Isabel faleceu

É preciso ir aos treinos

arquivo

Março 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006