Imagens, Comentários e Estórias de Valdanta (Chaves) e das suas gentes. O meu endereço é "pereira.mos@sapo.pt"
Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2009
Matança do Porco (reco)

 

 

 

                                A MATANÇA DO RECO, EM VALDANTA

O sábado amanheceu com um merujar amaciador do frio decembrista.

 Na ampla cozinha a consoladora fogueira espalhava calor pela casa e pelo quinteiro.
Pela mesa e pelo escano não faltava com que «matar o bicho».
A conversa, matizada com ditos espirituosos, com uns a “meterem-se” com outros e todos a “meterem-se” com todos, dão ao princípio do dia uma entrada triunfal de vida!
E os tons das vozes combinam-se numa harmoniosa composição a fazer estremecer comovido o peito do autor.
É espantoso como as mulheres, na cozinha, conseguem fazer milhentas tarefas tão particulares, tão pormenorizadas, a um ritmo permanente e que resulta num almoço que até regala mais o coração do que enche a barriga. E se esta fica farta!!!.... Nem vos passa pela cabeça!
É espantoso como os homens, depois de «matarem o bicho», se colocam no quinteiro, se dispõem tacticamente para agarrar o reco, meter-lhe a corda no focinho, deitá-lo no banco, abraça-lo com beleza arquitectónica e segurança matemática, e o “matador”, mais que certeiro, sangra o bicho.
É assim, depois da matança do bicho, a matança do reco.
E na cozinha continuamos a admirar o entendimento sinfónico dos gestos, do vaivém e das palavras das mulheres.
A Dulce cuidou dos alguidares com sangue. Depois de o mexer e traçar com a mão mete-o num pote em que a água já fervia.
O forno está em labaredas, à espera de ficar com a temperatura certa para os assados, já preparados e temperados de véspera.
E os recos estão quase chamuscados .
O Nel mete uma bucha à boca.
O Domingos foge do chamusco e vem à cozinha “meter-se” com as mulheres, mas elas correm-no lá para fora.
O João Barrosão, um rapaz simpático, ajudou à matança pegando na faca do matador com o zelo, o aprumo e a cerimónia de um comandante-de-bandeira na frente da batalha de Austerlitz!
O João do Narciso descuidou-se e levou uma patada de um reco. Penalti!- gritou o Lipe.
O Nuno mostrou a sua boa forma atlética e quando apanhou os recos fez-lhes uma placagem de fazer inveja ao “Três-quartos” de ponta dos «All-Blacks”!
O Tó agarrou a pata traseira dos recos com certeza e firmeza.
O sangue foi posto na mesa a tempo e horas. O azeite, o alho, o pão centeio e a malagueta estavam a acompanhá-lo «à maneira».
Soube bem!
Aviados estes dois recos, a equipa da ZÉ Matador abalou para outra, na casa da Dulce.
Como a ceva era para o Flávio da Mila e para a Mila do Flávio, da Abobeleira, nós ficámos na Catedral da Capela, convencido de que o pelotão tinha ido para as margens da barragem romana.
Afinal o bicho estava ali em cima, no cimo do povo!
A mesa para o almoço foi preparada. Vai do cimo ao fundo da garagem.
Fora as mulheres que andavam numa fona a atender os apetites dos sentados à mesa, comedores seriam mais três ou quatro de 35, ou menos um ou dois que 36!
Um caldo, de regalo; pato; vitela; frango; cordeiro; batatas assadas; arroz; alface; vinho de Três Vasilhas!
Da sobremesa até se lhe perdeu a conta de tantas coisas doces e boas.
E, a remate, café, «Chivas», «Porto», e….”GEL”!
E para vos matar a curiosidade já chega.
Isto é só o intróito.
Agora, «advinhinde» os parágrafos seguintes!


                                                    Valdanta, 5 de Dezembro de 2009
                                                                                      Tupamaro
 

 

 



publicado por J. Pereira às 10:35
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De J. Pereira a 17 de Dezembro de 2009 às 11:35
Os bichos eram do Boavista. Desceram de divisão por causa do penalti do Lipe.


De chico frança a 17 de Dezembro de 2009 às 21:10
um porco foi logo comido com tanta malta ;um abraço para todos.


De Granjinha/Cando a 20 de Dezembro de 2009 às 22:04
Não faltam convivas na fotografia ?
E já agora porque é que uns bebem por copos de vidro e "outros", por púcaros de alumínio ...
Será que estão de dieta !!!
Lembro-me de alguém do Cando que no que no púcaro de alumínio além do tinto, juntava umas colheres de açúcar do "escuro" levando o púcaro ás brasas do lume por uns instantes ...
Enfim costumes !!!


Comentar post

J. Pereira
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


O Tempo em Valdanta
blog-logo
Flavienses TT
Visitas
posts recentes

Uma Matança em Valdanta

Mais reis

Os Reis de 2013 cantados ...

S. Domingos

Cantos da minha paixão

O Folar de Chaves

Neblina até Curalha

Grupo AMIZADE

CALDO DO POTE (para o Nov...

Boas Festas

O Cando com Encanto

Valdanta está em festa

Festa de S. Domingos - Pr...

Um amigo está doente

“Maldição de S. CAETANO(?...

Xinder

Princípio do Fim

Brincadeiras

UMA PÁSCOA EM TEMPO DE CR...

Missa de 7.º Dia

Recantos da minha Terra

Geração à Rasca

Valdantenses por outras p...

A Primavera vem aí

S. Domingos 2011

Amendoeiras em Flor

Reflexos

Tive Sorte

Recantos

Beleza de Valdanta e do M...

Esclarecimento

O recreio da minha escola

Um bom serão

Torneio de FUTSAL

Os Reis

Hoje é dia de Reis

Feliz 2011

Feliz Natal

Matança do Reco na ABOBEL...

O Blero

G. D. de Chaves (anos 50)

4.º Aniversário do Blog

S. Domingos - Resumo da s...

Ovelheiro

Igreja da Abobeleira

Nadir Afonso - Doutor Hon...

Encontro dos Bloguistas d...

Recanto de Valdanta

A D. Maria Isabel faleceu

É preciso ir aos treinos

arquivo

Março 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006