Imagens, Comentários e Estórias de Valdanta (Chaves) e das suas gentes. O meu endereço é "pereira.mos@sapo.pt"
Sábado, 28 de Fevereiro de 2009
Fornos Públicos

Forno do Povo

 

Forno da Taberna

 

Em Valdanta existem, para serventia de toda a comunidade, dois fornos públicos que apenas funcionam esporadicamente.

O do Povo há já muito tempo que o não vejo funcionar. O da Taberna, sei que tem funcionado nos Reis e em algumas festas particulares.

É pena. Além da vantagem de por ali se fabricar bom pão caseiro, também se passavam por lá bons serões, principalmente no inverno. Era por lá que se aquecia o corpo e o espírito com uma bola de carne acabadinha de fazer e uma boa "estucada" numa caneca de vinha saído da pipa mais à mão.

Muitas histórias e estórias foram ali divulgadas e dadas ao conhecimento geral.

Enfim... a tradição já não é o que era!



publicado por J. Pereira às 13:28
link do post | comentar | favorito

5 comentários:
De Dinis Ponteira a 28 de Fevereiro de 2009 às 20:21
locais que vão acabando com o tempo...


De Tupamaro a 28 de Fevereiro de 2009 às 23:38
Pior do que o tempo, quem acaba mais com eles é a estupidez, a imbecilidade, a incompetência e a arrogante ignorância humanas!
Uns, Os Simples, porque não sabem mais; os Outros, porque se julgam sabedores de Tudo, iluminados divinamente, mal entram em Função Pública ou no Funcionalismo das Cortes ... ou dos cubículos partidários.

Às vezes, até parece que os “políticos -que -dizem- que-não-são -políticos-mas -que -se -derretem- todos-por-ser-da-Junta-ou-da Assembleia”....ou de qualquer outra treta política têm, mas é, vergonha daquilo que MAIS identifica a SUA TERRA!

Às vezes, até parece que ser político (ou fazer as vezes de) é apenas comparticipar em cumplicidades insinuantes e insinuadoras; fazer umas pantominas convencidos que levam os outros por lorpas; saborear os «arranjinhos»; dar a entender que se sabe e pode «mexer os cordelinhos», e, ao fim e ao cabo, não passar de «ATRASO DE VIDA».

Às vezes, até parece que ocupar um cargo político é um desígnio divino para se fazer o negócio da sua vida em nome do Povo e «lixar» o Povo em nome do negócio da sua vida.

Mas o que parece (nem sempre) é; e o que É (nem sempre) parece; que se «lixe» tudo aquilo que MAIS Identifica a NOSSA TERRA, pois até parece ser uma das (muitas) maneiras de «lixar» as NOSSAS GENTES.

As heranças colectivas (públicas) também são de Família!

Estimem-nas, porra!


Tupamaro


De Valdantino a 1 de Março de 2009 às 21:12
Era este tanque junto ao forno, que levou um cobertura supérflua ?

Será melhor a politica de favorecer a desertificação dos habitantes originários das aldeias, acabar com os usos e tradições e tudo aquilo que favorecia o convívio e a entreajuda entre as suas gentes?
Também ouvi dizer que "alguns", também acham que o Cantar dos Reis de S.Sebastião é coisa supérflua !
Já agora pergunto, se as gentes de Valdanta não usam os "Fornos do Povo", com frequência deverão deixar-se cair ?


De ssvaldata a 15 de Março de 2009 às 22:00
A pessoa que acha que a cobertura do tanque é superflua, também comentou publicamente, que não é com a colaboração dele que os Reis de S. Sebastião e a festa do nossso padroeiro continuam, pois não tem tempo para essas "COISAS". Como candidato que é deveria ter mais respeito pelo nosso povo e as nossas tradições. Era o que faltava vir alguem com pretensões de acabar com as nossas tradiçoes.


De J. Pereira a 3 de Março de 2009 às 11:26
Não penso que seja supérfluo arranjar com dignidade estes bens comuns a todos.
É apenas uma questão de conservar aquilo que outros fizeram com muito sacrifício.
Estes fornos precisam de mais atenção.
Precisamos de ver as coisas arranjadas para continuarmos a gostar de ir por Valdanta.
As coisas asseadas ficam bem e eu gosto.
Louvo a iniciativa de retirar do tanque público aquelas latas velhas e sem qualquer decoro. Ficou muito bem, obrigado.


Comentar post

J. Pereira
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


O Tempo em Valdanta
blog-logo
Flavienses TT
Visitas
posts recentes

Uma Matança em Valdanta

Mais reis

Os Reis de 2013 cantados ...

S. Domingos

Cantos da minha paixão

O Folar de Chaves

Neblina até Curalha

Grupo AMIZADE

CALDO DO POTE (para o Nov...

Boas Festas

O Cando com Encanto

Valdanta está em festa

Festa de S. Domingos - Pr...

Um amigo está doente

“Maldição de S. CAETANO(?...

Xinder

Princípio do Fim

Brincadeiras

UMA PÁSCOA EM TEMPO DE CR...

Missa de 7.º Dia

Recantos da minha Terra

Geração à Rasca

Valdantenses por outras p...

A Primavera vem aí

S. Domingos 2011

Amendoeiras em Flor

Reflexos

Tive Sorte

Recantos

Beleza de Valdanta e do M...

Esclarecimento

O recreio da minha escola

Um bom serão

Torneio de FUTSAL

Os Reis

Hoje é dia de Reis

Feliz 2011

Feliz Natal

Matança do Reco na ABOBEL...

O Blero

G. D. de Chaves (anos 50)

4.º Aniversário do Blog

S. Domingos - Resumo da s...

Ovelheiro

Igreja da Abobeleira

Nadir Afonso - Doutor Hon...

Encontro dos Bloguistas d...

Recanto de Valdanta

A D. Maria Isabel faleceu

É preciso ir aos treinos

arquivo

Março 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006