Imagens, Comentários e Estórias de Valdanta (Chaves) e das suas gentes. O meu endereço é "pereira.mos@sapo.pt"
Sábado, 10 de Novembro de 2007
Campos de Valdanta

 

Em tempos não muito distantes, andar pelos campos de Valdanta era um prazer, uma alegria e uma convivência que hoje não se vêem. Quase tudo era feito manualmente por "ranchos" de pessoas que segavam, descavavam, apanhavam batatas, vindimavam e faziam todos os trabalhos agrícolas quase sempre cantando.

É verdade que a fome e as carências fásicas eras mais que muitas, não havia a fartura que há hoje, mas só isso e apenas isso me dói e me dá alguma mágoa, de resto recordo com muita saudade a faina agrícola e a labuta nos campos, a sã camaradagem e a alegria posta no trabalho, as brincadeiras e as cantigas próprias de cada trabalho. Talvez por isso amo tanto a minha terra.

É com alguma tristeza que vejo alguns terrenos da freguesia, mesmo junto das povoaçãoes totalmente abandonados. Apelo daqui para os mais novos que tenham algum gosto e amor a estes campos e que não os deixem assim abandonados. Façam alguma ciosa por vós e pelos nossos campos.

Os vindouros agradecem. Vão ver se tenho ou não tenho razão.



publicado por J. Pereira às 11:38
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Pastor a 10 de Novembro de 2007 às 22:13
Ó Baldanta minha Baldanta, como tanho soudades dos tempos que andaba por esses campos...
Soudades das malhadas, das bindimas, e doitras "festas"!!!
Agora por um lado é bo sinal, pois que já niguem precisa dá gricultura pra sobrebiber...
Dantes num habia luxos, era pra comer e mal, inda me lembro da minha mãe dizer cuma sardinha éra pra três!!!
Bem que no meu tempo de rapazote éu já me assoberbaba co uma e um copito já num era nada mau!
Mas como diz o nosso amigo Pereira, mesmo assim era uma alegria aqueles tempos!!!
Da Lama à Groiba num abia medo, era ber aqueles campos todos trabalhadinhos, sempre com gente alegre na Beiga...
Ou eu co as bacas ou Ti Pitolho co as obelhas, o Ti Narciso co seu CABALO, O Morilho co sua junta de bois, ou inté o Chanilas da Granja, que pasaba muntas bezes prá groiva, andaba sempre gente nos caminhos.
Agora é uma tristeza, passam pelos caminhos as moto-quatro a roncar e a fazer poeira...
Olhái que cando éu tinha a minha manada, a erba num estaba tão alta!
Ó contrario dagora as bacas...inté passabam fome, porque num tinha pasto pra le dar, agora há pasto e num há bacas nem obelhas!
Olhai éu inda acho que bamos ter que coiltibar eses campos de poilo outra bes, olhai ca bida istá muto cara atão por aqui pelas américas istá por a hora da morte.
Inda Bem que num bendi as minhas poulas, proque istou como diz o amigo Pereira, dá pena ber esses campos de poulo, e num é da terra que bem tudo?!?!?!i
Um dia regresso e bou por pelo menos as minhas poulas num brinquinho....

Um abraço daqui de ludeló!

BAY,BAY


De Marcelo Barreira a 12 de Novembro de 2007 às 11:56
Amigo Zé, tens toda a razão.

E posso afirmar de tal forma pelo que vi minha mãe sentir quando teve de volta a Valdanta depois de mais 30 anos no Brasil.

" Como está diferente, os campos estão abandonados" Essas foram as primeiras palavras que ouvi minha mãe dizer.

Infelizmente a modernização podes nos levar a isso, mas também podemos dar nossa contribuição para amenizarmos essa situação.

Força jovens Valdantinos !!!!!!


Comentar post

J. Pereira
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


O Tempo em Valdanta
blog-logo
Flavienses TT
Visitas
posts recentes

Uma Matança em Valdanta

Mais reis

Os Reis de 2013 cantados ...

S. Domingos

Cantos da minha paixão

O Folar de Chaves

Neblina até Curalha

Grupo AMIZADE

CALDO DO POTE (para o Nov...

Boas Festas

O Cando com Encanto

Valdanta está em festa

Festa de S. Domingos - Pr...

Um amigo está doente

“Maldição de S. CAETANO(?...

Xinder

Princípio do Fim

Brincadeiras

UMA PÁSCOA EM TEMPO DE CR...

Missa de 7.º Dia

Recantos da minha Terra

Geração à Rasca

Valdantenses por outras p...

A Primavera vem aí

S. Domingos 2011

Amendoeiras em Flor

Reflexos

Tive Sorte

Recantos

Beleza de Valdanta e do M...

Esclarecimento

O recreio da minha escola

Um bom serão

Torneio de FUTSAL

Os Reis

Hoje é dia de Reis

Feliz 2011

Feliz Natal

Matança do Reco na ABOBEL...

O Blero

G. D. de Chaves (anos 50)

4.º Aniversário do Blog

S. Domingos - Resumo da s...

Ovelheiro

Igreja da Abobeleira

Nadir Afonso - Doutor Hon...

Encontro dos Bloguistas d...

Recanto de Valdanta

A D. Maria Isabel faleceu

É preciso ir aos treinos

arquivo

Março 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006