Imagens, Comentários e Estórias de Valdanta (Chaves) e das suas gentes. O meu endereço é "pereira.mos@sapo.pt"
Terça-feira, 1 de Maio de 2007
O Ti Manel Zé

 

 

Quando vi esta fotografia não pude deixar de lembrar as "estórias" do ti Manel Zé  que viveu nesta casa e foi emigrante no Uruguai ou em Montevideo, como se costuma dizer por Valdanta.

 

O Uruguai foi uma terra de imigração de muitos Valdantenses e consta-se que até parece que foram escolhidos a dedo pelo seu geito e forma de dizer as coisas. Isto é, cada um mais aldrabão que o outro. Recordemos alguns que ficaram por lá, caso do ti Sidério, Caramona, Zé Rodrigues. Que descansem em paz.

 

Dos que regressaram, há alguns que são dignos de se lhes recordar as suas aventuras, como são os casos do João "Esmorna", o ti Ranhonga e do nosso amigo ti Manel Zé que é de quem nos vamos lembrar hoje. Costumava ouvi-lo lá para a Azinheira quando ambos guardávamos o gado.

 

Ora o ti Manel sempre foi um homem ligado à agricultura, não muito amante, mas fazia o que podia. O Uruguai também era e é um país agrícola, por isso quando lá chegou arranjou trabalho numa quinta ou "hacienda" e o serviço era fazer tudo o que ao campo diz respeito, semear e tratar da horta; criar e cevar galinhas, patos e porcos; tratar da vinha etc..

 

Tinha, o fazendeiro, uma porca com 7 porquinhos que pôs aos cuidaddos do ti Manel. Para que não lhes faltasse nada, o criado semeou cabaças, ou abóboras  e como o terreno era fértil, nasceram rápido e criou-se cada cabaça de respeito em qualidade e tamanho.

 

O ti Manel Zé não precisou de tratar mais da criação, virou-os para as cabaças e deixou andar para que se criassem à vontade.

 

Entretanto as cabaças cresceram e ficaram enormes, dignas de serem vistas por qualquer pessoa ilustre.

 

Deixou-os andar e não ligou mais ao assunto até que o patrão perguntou pelos porcos. Procura daqui, procura dali e não havia meio de encontrar os animais, até que o patrão foi também ajudar na procura e encontraram a porca com os seus 7 porcos, já cevados, dentro de uma cabaça e cada um, a pesar mais que dez arrobas e a porca mais de quinze.

 

Cabiam todos lá dentro, onde se alimentavam e dormiam folgadamente, sem necessidade de vir cá para fora.

 

Imaginem o tamanho da cabaça!...

 

 

 

 



publicado por J. Pereira às 18:47
link do post | comentar | favorito

9 comentários:
De Tonho a 4 de Maio de 2007 às 13:12

Estaba pra qui açantado a comer uma açandes de dorga e a pensar:
porque será que a história do "ti Manel Zé" não merece comentários?
Será possivel que o fulgor literário se tenha extinguido!!
O recurso ao exagero sempre foi uma forma de humor tipica transmontana pelo riso fácil e por algum brejeirismo que lhe está associado.

Esta falta de comentários (e estou quase a acabar a açandes) parece-me ser preocupante?


De J. Pereira a 4 de Maio de 2007 às 13:51
É verdade Tonho. Parece que as estórias já não são o que eram. Talvez a culpa seja minha por não lhes dar aquela animação que precisam para ser entendidas por todos, mas o meu estado de espírito ainda não voltou ao normal. Lá virá a seu tempo.
Também gostava quem soubesse "casos acontecidos" (como dizia a Blero) os mandasse para aqui para publicação. Um abraço e "num tigasgues cu'a açandes e bebe-lhe um copo de tinto du bô.


De Tonho a 4 de Maio de 2007 às 19:07

Ó Pereira, a história é bastante animada e é tipicamente da nossa terra, levanta lá esse ânimo.

Retribuo-te o conselho (ou tallvez freguesia) que me deste:
bebe uns copos balentes de tinto, do bô, e vais ver que até o estado espirito fica como novo.

um abraço


De Pastor a 4 de Maio de 2007 às 13:57
Ó Tonho adeves aestar mesmo aendrogado...
Atua aultima afrase quer adizer oquê, afirmas ou ainterrogas?!?!?!?!
co aestes acomentários apordias a estar acalado!


De Sem Nome a 4 de Maio de 2007 às 14:20
O Pastor e o Tonho são ««aquela "machine"»»!


De Tonho a 4 de Maio de 2007 às 15:10

Cum dia cumoestes adebias, mas era, dandar no monte cuas Xibas, mas cuidade num bão pro quintal do bezinho.



De Pastor a 5 de Maio de 2007 às 13:01
Ó Tonho besse mesmo quetu nu andas cá pelo nosso torrão! Atão tu nu bistes q'onte estabam uns "castelos" pós lado de Nobal e Soutelo, queéu inté tibe medo de botar fora o gado da corte. Olha q'e a entroboada inda me fez estrumecer!
Olha q'eu instaba pra ir prós "poulões da zinheira" e ós despois prá serra do Telo. Olha que pra lá instá tudo de poulo num há quintais e ós despois o gado inda vai limpando os montes.Tu debes instar no gozo comigo, atão tu num sabes caqui num há xibas, quesse gado é do barroso...Caqui só há obelhas e bodes e bacas e bois!!! Olha q'o meu "gado" é só de bacas e sonhos comó Constantino!
Ó Tonho tu nu tezangues comigo q'éu num sei insprimir-me muito bem e ós despois posso num ser bem precebido. Mas eu indescobri isto dos inblogs, há pouco tempo e gosto muito disto e da minha freguesia e dos inblogs da freguesia e de todos inborguistas. Dizeram-me q´a bia inblogs de Baldanta e eu bim ber o quisto era. Olhá que foi o dono da tasca ca me moostro os botões pra eu encarregar.Sábes um pastor bai bibendo, mas inda num ganho aerios pra mercar comutador e mercar a intranet, por isso os méus dizeres podem indemorar dias a chegar aí pós tenho que descer á bila à tasca com computadorr pra falar!
Um abraço
Já me insquecia que no Domingo deveis ir todos apoiar a inquipa de Baldanta a Santo Estevão, porque eu nu posso que tenho quir co as bacas..

Tamaem as milhoras pró Pereira!


De VALDANTA a 5 de Maio de 2007 às 02:44
O teu fulgor literário....?????


De A.Cruz a 5 de Maio de 2007 às 21:15
Amigo Zé pelo que se vê afinal as tuas estórias ainda despertam a imaginação dos Valdantanos !
O Tonho já percebi que é "malandreco"... e o pastor muito "sonhador"...
Será que as bacas " do pastor também cabiam nas cabaças do Ti Manel Zé!
Zé continua com as tuas estórias, pois se por vezes não surgem comentários, é porque nem sempre surge a palavra fácil e os afazeres diários impedem muitas vezes disponibilidade para acompanhar os blogs.
Peço-te que não desistas, Valdanta agradece!

Um Abraço

P.S. Amanhã lá estaremos mais uma vez a puxar por Valdanta em Stº Estevão.


Comentar post

J. Pereira
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


O Tempo em Valdanta
blog-logo
Flavienses TT
Visitas
posts recentes

Uma Matança em Valdanta

Mais reis

Os Reis de 2013 cantados ...

S. Domingos

Cantos da minha paixão

O Folar de Chaves

Neblina até Curalha

Grupo AMIZADE

CALDO DO POTE (para o Nov...

Boas Festas

O Cando com Encanto

Valdanta está em festa

Festa de S. Domingos - Pr...

Um amigo está doente

“Maldição de S. CAETANO(?...

Xinder

Princípio do Fim

Brincadeiras

UMA PÁSCOA EM TEMPO DE CR...

Missa de 7.º Dia

Recantos da minha Terra

Geração à Rasca

Valdantenses por outras p...

A Primavera vem aí

S. Domingos 2011

Amendoeiras em Flor

Reflexos

Tive Sorte

Recantos

Beleza de Valdanta e do M...

Esclarecimento

O recreio da minha escola

Um bom serão

Torneio de FUTSAL

Os Reis

Hoje é dia de Reis

Feliz 2011

Feliz Natal

Matança do Reco na ABOBEL...

O Blero

G. D. de Chaves (anos 50)

4.º Aniversário do Blog

S. Domingos - Resumo da s...

Ovelheiro

Igreja da Abobeleira

Nadir Afonso - Doutor Hon...

Encontro dos Bloguistas d...

Recanto de Valdanta

A D. Maria Isabel faleceu

É preciso ir aos treinos

arquivo

Março 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006