Imagens, Comentários e Estórias de Valdanta (Chaves) e das suas gentes. O meu endereço é "pereira.mos@sapo.pt"
Terça-feira, 29 de Setembro de 2009
Eleições Autárquicas

 

Começou hoje às 0.00 horas a campanha eleitoral para mais uma eleição autárquica, ou, melhor dizendo, para nós a eleição dos elementos da Assembleia de Freguesia e como tal o seu presidente.

Espero que seja uma campanha digna dos seus candidatos e dentro do maior civismo.

Espero que ganhem aqueles que se mostrarem melhor preparados e com melhores propostas para defender os interesses de toda a freguesia.

Não temos, pelo menos aqui, uma opinião sobre quem estará em melhores condições para desempenhar o cargo político mais importante de todos os cargos, já que são os presidentes das Juntas de Freguesia que estão em contacto permanente com o povo que os elege e são eles que conhecem, como ninguém, as necessidades, anseios e problemas da "sua" população.

São eles que têm a coragem de dar a cara nos momentos difíceis e problemáticos de quem confiou neles.

Vamos pois apoiá-los e ajudá-los, colaborando com ideias, críticas construtivas e incentivando-os a levar a quem de direito, os nossos problemas e anseios.

Por Valdanta concorrem duas listas de candidatos, uma pelo PSD, encabeçado pelo actual presidente, eng.º Júlio Carneiro e outra pelo PS, encabeçada pelo Mediador de Seguros Carlos Queirós.

Sobre o candidato do PS, falámos aquando da sua apresentação oficial, do candidato do PSD não tivemos oportunidade para tal.

Não vamos falar agora das qualidades e defeitos de cada um, mas apenas desejar e esperar que ganhe o melhor, até porque, também, não conhecemos o nome dos elementos que os acompanha.

Apenas mostramos aqui a fotografia de cada um deles.

 

Candidato a Presidente da Junta de Freguesia de Valdanta pelo Partido Social Democrata (PSD)

 

 Eng.º Júlio Carneiro

 

Candidato a Presidente da Junta de Feguesia de Valdanta pelo Partido Socialista (PS)

 

Senhor Carlos Queirós

 

Mostrem o que valem e vamos a isto.



publicado por J. Pereira às 12:07
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito

Sexta-feira, 25 de Setembro de 2009
Montaria ao Javali na região de Chaves

Recebi no Blog esta informação vinda da parte dos meus amigos do Club de Caçadores de Mós - Torre de Moncorvo.

Como muitos já sabem, Mós é a minha segunda "Pátria", pois foi lá que eu, por direito de casamento fui parar ´e, de certeza, que será por lá que irei ficar. É uma gente boa e que eu adoro, pois sou um moseiro por afeição e gosto.

Para eles mando um abraço, e, se calhar, até amanhã.

 

 

 

 

É por aqui que eu, em Mós, vou passando a minha juventude e os meus tempos de lazer.

 



publicado por J. Pereira às 10:52
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 15 de Setembro de 2009
Sapateiro e Músico

 

"- Quem te manda a ti sapateiro tocar Rabecão?"

Ditado antigo, mas que nem sempre tem a sua razão de ser. É o que se adapta a este amigo, sapateiro de profissão e músico nas horas vagas. Eu diria antes que músico a tempo inteiro.

Conheci-o há um bom par de anos, quando ele era funcionário do Gestas em Santo Amaro. Casou-se com esta Valdantense, a Júlia do ti Sidério e mudou-se para Valdanta. Ocupou o vão da escada do ti Folecro e por ali governou a vida como sapateiro.

Mas à noite!... Ai à noite, era um regalo ouvi-lo a tocar bandolim e a beber uns copos sempre acompanhado por amigos, cantores e tocadores de outros instrumentos improvisados.  

Agora encontrei-o a tocar acordeão e também já o vi a tocar orgão. Toca com muita mestria e sabedoria mas já não bebe. Pena...

Faz-me lembrar uma tabuleta que um dia vi por cima da porta de um sapateiro que dizia:

"O SAPATEIRO DA SAPATARIA DA ALEGRIA JÁ NÃO BEBE"

Alguém, com tinta de pintar sapatos, escreveu à frente  "ÁGUA".

É assim a vida. Tudo passa e tudo muda, até nós.

Um abraço para este casal de familiares e amigos, Eugénio e Júlia que mais uma vez nos visitaram por altura do S. Domingos.

 



publicado por J. Pereira às 12:48
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Terça-feira, 8 de Setembro de 2009
Zé Domingos (filho do Blero)

 

Encontrámos o Zé Domingos em Valdanta por ocasião do S. Domingos e pareceu-nos que havia ali qualquer coisa de poético no seu ar travesso e com muita "pinta".

Pois claro, é o filho mais novo do Blero.

Como quem sai aos seus não degenera vemos aqui um pouco de "Blero" mas também de "Binóia", por isso nos fez lembrar algumas "estórias" da escola do Blero e da sua propria cara-metade, a tia Binóia. Lembrámo-nos que há bastantes anos atrás, no tempo das vacas magras, o Blero foi artista de uma grande cena. Assim:

 

Num dia de S. Domingos, o Blero tinha necessidade de beber um copito, mas nesse ano não tinha havido grande coisa em questão de vinhos por isso e o contrabando também não tinha corrido grande coisa, por isso, o precioso néctar não estava ao alcance da bolda dele.

Sentado na cruz do "Pobo" esperou que por ali aparecesse alguém para lhe fazer companhia ou arranjar forma de com eles beber o seu copo. Apareceram uns amigos de Soutelo que ele convidou para uma bebida em sua casa.

Seguiram pela rua do Rei acima, falando com alegria da festa e das velhas amizades e, entrados na "loja" que servia de adega e outros afins pegou num garrafão e abriu-o com todas as cerimónias e obséquios próprios da ocasião, pois era o dia da festa de S. Domingos e ele estava na presença de grandes e velhos amigos.

- Tenho aqui uma "pomada" como não há outra aqui pelas redondezas. (Dizia o Blero em tom sério e  solene, lambendo os lábios como que a saboreá-lo antecipadamente).

Foi buscar um copo ao louceiro, pois não haveria mais, passou-o pelo cântaro da água e, pegando no garrafão, enche o copo com todos os requesitos próprios de um bom vinho. Azar, era água da fonte de baixo, previamente preparada por ele para o efeito.

O Blero, enraivacido, atiro com o chapéu ao chão  simulando estar fora de si,  diz para os amigos:

- Eu mato-a, foi a minha criada, aquela desgraçada que me bubeu o binho e me pôs aqui a água para me enganar. Desta não passa!... é desta bez que mas bai pagar todoas juntas!... e depois bai-se embora pró pé do padre para me fujir... Tinha aqui esta pinga guardada para a festa e ela fez esta partida. Bai-mas  pagar, ai bai bai... Por isso é que ela , todas as noites, m'aparecia co rumatismo atrás das orelhas... Era dos copos...

Os de Soutelo, meio admirados, meio surpreendidos, preocupados e ao mesmo tempo com pena do amigo, foram-lhe dizendo:

- Ó ti Manel, não se zangue, hoje é festa e não é para estas coisas benha lá conosco até ao ti Foleco (dono da taberna na altura) que nós pagamos e habemos de buber uns copos bem bubidos.

Sempre resmungando mas com a sua própria sifisma, e com o objetivo alcaçado lá foi aceitando e se encaminhando para o lugar pretendido.

Comeram e beberam à farto, pago pelos amigos de Soutelo e festejaram com alegria e muita sabedoria do Blero a festa do S. Domingos. Ouviram e contaram histórias de "Guardas e contrabandistas" e até combinaram que a seguir iam todos ao S. Caetano que era já a seguir.

 

 



publicado por J. Pereira às 10:35
link do post | comentar | favorito

J. Pereira
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


O Tempo em Valdanta
blog-logo
Flavienses TT
Visitas
posts recentes

Uma Matança em Valdanta

Mais reis

Os Reis de 2013 cantados ...

S. Domingos

Cantos da minha paixão

O Folar de Chaves

Neblina até Curalha

Grupo AMIZADE

CALDO DO POTE (para o Nov...

Boas Festas

O Cando com Encanto

Valdanta está em festa

Festa de S. Domingos - Pr...

Um amigo está doente

“Maldição de S. CAETANO(?...

Xinder

Princípio do Fim

Brincadeiras

UMA PÁSCOA EM TEMPO DE CR...

Missa de 7.º Dia

Recantos da minha Terra

Geração à Rasca

Valdantenses por outras p...

A Primavera vem aí

S. Domingos 2011

Amendoeiras em Flor

Reflexos

Tive Sorte

Recantos

Beleza de Valdanta e do M...

Esclarecimento

O recreio da minha escola

Um bom serão

Torneio de FUTSAL

Os Reis

Hoje é dia de Reis

Feliz 2011

Feliz Natal

Matança do Reco na ABOBEL...

O Blero

G. D. de Chaves (anos 50)

4.º Aniversário do Blog

S. Domingos - Resumo da s...

Ovelheiro

Igreja da Abobeleira

Nadir Afonso - Doutor Hon...

Encontro dos Bloguistas d...

Recanto de Valdanta

A D. Maria Isabel faleceu

É preciso ir aos treinos

arquivo

Março 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006