Imagens, Comentários e Estórias de Valdanta (Chaves) e das suas gentes. O meu endereço é "pereira.mos@sapo.pt"
Quinta-feira, 19 de Abril de 2007
Regresso

 

 

 

Chamei "Regresso" a este belo postal conseguido e cedido pelo meu amigo Dinis Ponteira e é com um poema de Miguel Torga também chamado "Regresso" que eu vou decorar os sentimentos de paz, amor, alegria, nostalgia e silêncio expressos nesta imagem.

 

 

Regresso

.

Regresso às fragas de onde me roubaram.

Ah! minha serra, minha dura infância!

Como os rijos carvalhos me acenaram,

Mal eu surgi, cansado, da distância!

.

Cantava cada fonte à sua porta:

O poeta voltou!

Atrás ia ficando a terra morta

Dos versos que o deterro esfarelou.

 .

Depois o céu abriu-se num sorriso,

E eu deitei-me no colo dos penedos

A contar aventuras e segredos

Aos deuses do meu velho paraiso.

                                        (Miguel Torga - Natal de1951)



publicado por J. Pereira às 00:16
link do post | comentar | favorito

6 comentários:
De Celestino a 19 de Abril de 2007 às 01:53


Ó Lua que vais tão alta

Redonda como um tamanco

Ó Maria traz cá a escada

Que eu não chego lá com o banco



De Celestino a 19 de Abril de 2007 às 02:10
Alguém faz alguma ideia de por onde andará o SexMachine de Niu Bedford?

Esse Val Daltónico duma figa "pisgou-se" com H5N1.

Vamos enviar-lhe um Oporto para lhe aclarar a voz?

Será que já se "Trespassou" para o outro lado?


De Tonho a 19 de Abril de 2007 às 12:54


O Miguel Torga era um daqueles "verdadeiros transmontanos".

é de ler!!!


De Tupamaro a 19 de Abril de 2007 às 13:04
Ó Zé! Como não há-de ser um Romance o seu Blogue?!
Os títulos de cada capítulo são sempre luzes de inspiração e comtemplação.
O afável e simpático comentador, sr.Celestino, tem de se resignar a este fado Valdantês - do Amor, da Amizade e da Saudade!
Deixe-me inscrever as linhas que o seu comentário e o dele me ditaram:
-Embora terra de gente ilustre e ilustrada, nem todos somos engenheiros, doutores, padres ou professores.
Os Valdantenses andam felizes com os seus Blogues, e dizem-no com as palavras e modos que aprenderam.
Sentimentais, às vezes até «inconvenientes», e outras «mal compreendidos», encontraram nestes espaços uma oportunidade para que «se desse conta de cada um», para “o sentimento de si”.
Os comentários nos Blogues, em geral, e no “Valdanta”, em particular, são uma oportunidade de «testemunho» da existência daqueles que neles se revelam.
Estes laivos de «cartas de Carlos a Joaninha» são relíquias de um passado ainda recente em que os Valdantanos davam sentido à vida com expressões apaixonadas de carinho, dedicação, amor e solidariedade.

Para não ser longo, deixe-me só lembrar-lhe o bucolismo, por exemplo, de uma viagem que algum vizinho tivesse de fazer até Vila Real, Lisboa ou Brasil, ali pelos anos 40.

Aparelhava-se a burra a preceito, e uma comitiva acompanhava, com ar domingueiro e prestimoso, o(s)/a(s) viajante(s) até «ao cais» da Fonte Nova.

Foi aí, nesse famoso e saudoso apeadeiro de boas memórias, que Doppler descobriu e interpretou o seu célebre “efeito”.

O apito do comboio, ao aproximar-se, de súbito agitava os passos e as conversas dos que partiam e dos que ficavam.
A D. Lucindinha mantinha firme o sinal, ao trem, de “paragem obrigatória” e sorria com indulgência perante a demora atrapalhada pelas emoções das despedidas.
Na curva do Matadouro, o comboio voltava a apitar demoradamente.

E, até ao alto da Forca ou ao Giestal, os lenços não paravam de colher lágrimas de saudade.

Com um regresso, os lenços ensopavam-se com a alegria.

Na “grade de cristal” dos sentimentos dos Valdolménicos ainda permanecem átomos dessas tradições e dessa maneira de louvar a Vida.

Os «contribuintes» deste Blog «entram» com o que podem, sentem e sabem.

De certeza que o «Chefe», e todos os visitantes, contente ficaria se o sr. Celestino e outro amigos aqui publicassem outras formas de expressão, sentimental, artística, filosófica, teatral, sabe-se lá que mais!
Pois fale-se lá do Ping-Pong, da pesca submarina, das viagens à Lua ou de Plutão ser ou não ser, mas deixem os Valdantinos ser como são!

Saudações amigas para todos.
Tupamaro

P.S.- E até já um beijinho sobejou para o sr.Celestino!!!


De Dinis Ponteira a 19 de Abril de 2007 às 23:33
É com alrgria que leio este título Regresso, porque é bom sinal continuar a ver os seus trabalhos.
Um abraço
Dinis


De ÁguasFrias a 20 de Abril de 2007 às 00:32
Juntar essa foto ao poema de Miguel Torga foi algo de Divinal.
Só posso dizer - Parabéns J. Pereira


Comentar post

J. Pereira
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


O Tempo em Valdanta
blog-logo
Flavienses TT
Visitas
posts recentes

Uma Matança em Valdanta

Mais reis

Os Reis de 2013 cantados ...

S. Domingos

Cantos da minha paixão

O Folar de Chaves

Neblina até Curalha

Grupo AMIZADE

CALDO DO POTE (para o Nov...

Boas Festas

O Cando com Encanto

Valdanta está em festa

Festa de S. Domingos - Pr...

Um amigo está doente

“Maldição de S. CAETANO(?...

Xinder

Princípio do Fim

Brincadeiras

UMA PÁSCOA EM TEMPO DE CR...

Missa de 7.º Dia

Recantos da minha Terra

Geração à Rasca

Valdantenses por outras p...

A Primavera vem aí

S. Domingos 2011

Amendoeiras em Flor

Reflexos

Tive Sorte

Recantos

Beleza de Valdanta e do M...

Esclarecimento

O recreio da minha escola

Um bom serão

Torneio de FUTSAL

Os Reis

Hoje é dia de Reis

Feliz 2011

Feliz Natal

Matança do Reco na ABOBEL...

O Blero

G. D. de Chaves (anos 50)

4.º Aniversário do Blog

S. Domingos - Resumo da s...

Ovelheiro

Igreja da Abobeleira

Nadir Afonso - Doutor Hon...

Encontro dos Bloguistas d...

Recanto de Valdanta

A D. Maria Isabel faleceu

É preciso ir aos treinos

arquivo

Março 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006