Imagens, Comentários e Estórias de Valdanta (Chaves) e das suas gentes. O meu endereço é "pereira.mos@sapo.pt"
Quarta-feira, 28 de Março de 2007
Ele aí está "O Peludo"

Ora aqui está o meu amigo Fernando. O homem das mil e uma estórias, cantoneiro de profissão e o único praça do meu ano que não saiu de Valdanta. Andámos juntos na escola, e fomos criados nas ruas e largo do Povo sem preocupações nem grandes distrações.

Nesses tempos, os meus pais tinham uma cabra que adquiriram para ajudar a amamentar as minhas irmãs gêmeas. Eu, normalmente, é que ia com ela para o monte. A cabra era forte como uma vitela e custava a segurar, até costumávamos andar a cavalo nela.

Um dia estava eu com ela junto ao poço de cima do Povo e apareceu o Peludo que me perguntou:

- Queres que bá contigo?

E eu que o que queria era companheiro para a brincadeira disse que sim e perguntei-lhe se queria comer da minha merenda.

- Quero. Respondeu ele.

- Então seguras aqui na cabra enquanto vou a casa por pão e cebola.

O Peludo faz uma laçada com a corda de segurar a cabra e amarra-a à cinta. A cabra quando me vê ir embora vai atrás de mim  e lá vai o Peludo atrás da cabra preso meio pelo pescoço e meio pela cintura. Tive que correr para trás para salvá-lo senão a cabra não parava.

Esta foi uma das primeiras grandes estórias do Peludo, mas há muitas para contar que virão a seu tempo, mas quero contar a última conversa que tive com ele.

Naquele geito e forma de falar arrastado e meio pelo nariz diz-me quando cheguei ao pé dele:

- Queres saber Zé? São uns filhos da ... mãe . Bou prá guarda! Atão? Atão o quê? Mataram-me o cabalo todo!... enbenenado... Já viste? Um home num pode ser bô. Mas eu se os apanho!... Atão mataram-me o cabalo todo!... enbenenado... Um cabalo que me custou oitocentos contos im Meixide. Mataram-me o cabalo todo... enbenenado. Agora bou prá guarda qui os meto todos na cadeia. Já biste? Tu num biste nada. Atão mataram-me o cabalo todo... enbenenado. Custou-me quinhentos contos na feira dos Santos e mataram-mo todo... enbenenado.

-Então compraste-o nos Santos ou em Meixide? Perguntei eu.

- Mataram-me o cabalo todo... enbenenado....

- Pronto, deixa lá tu ganhas bem e podes comprar outro. Disse eu para o acalmar. Então e tu já jantaste?

- Comi  dois bifes deste tamanho. E punha a mão direita em cutelo no pulso da mão esquerda com esta entendida, para mostrar o tamanho do bife.

- Então hoje já não tens fome. Também estás bem tratado. Disse eu.

- Ó home bem comer. Só sabes dar à língua. Diz a mulher,  saindo de casa, aos gritos.

- Já bou. estou a falar aqui com um praça do meu ano e mais a mais num tenho fome.

- Pronto Fernando, vai lá jantar que eu também tenho que ir embora.

- Mataram-me o cabalo todo... enbenenado. Disse ainda a caminho da casa muito triste e desconsolado.

 

 



publicado por J. Pereira às 01:22
link do post | comentar | favorito

6 comentários:
De Lai Cruz a 28 de Março de 2007 às 18:55
- Ele aí está “O Peludo”

Esta é a frase que toda a gente diz em Valdanta, quando ele aparece.
É um homem com uma imaginação muito fértil… quem em Valdanta nunca ouviu uma história do Peludo?
Em Valdanta já ouvi muitas vezes: “ Não estás a dizer a verdade! Deves ter a escola do Peludo!”.
É bastante repetitivo e exagerado naquilo que diz, mas é um bom homem. Até me trata por “Laidinha do Morilho”.
O nosso “Peludo” com as suas histórias, seria um bom parceiro numa adega com o SexMachine.



De cmpsantos a 28 de Março de 2007 às 23:30
Ora ai esta "O Peludo" mais um que andou na escola do "Belero", pois embora seja um bocado contraditorio também tem imaginação!
Sendo ele do largo do povo ouviu com certeza muitas histórias e também as sabe enventar.
Um abraço para o amigo Fernando!


De dmpires a 29 de Março de 2007 às 23:48
Ainda me lembro do Fernando (não sabia que era conhecido pelo Peludo) quando apareceu junto aos antigos armazéns da câmara (hoje parque de estacionamento da muralha) a cavalgar no seu belo cavalo, talvez aquele que comprou em Meixide e na feira dos santos e depois lho "mataram todo... embenenado".


De J. Pereira a 30 de Março de 2007 às 00:34
É que o Fernando vai todos os dias para Meixide. É raça cigana. Comprou um burro por 10 contos e vendeu-o por 4 contos, mas ganhou dinheiro como o caraças. É só negócios!...


De Marco Horácio a 31 de Março de 2007 às 22:14
Uma ocasião entra o Peludo no café da Rita de Valdanta aos tiros e diz-lhe a Rita:
- FERNANDO!!!!!
E o peludo respondeu:
- P'ra traz, mulheres e crianças num mato!

(aconteceu mesmo)


De rspereira a 2 de Abril de 2007 às 12:59
So faltava cà o Peludo.o Ze tu agora é que me tramaste nao basta ve-lo quando vou de ferias se nao tambem no blog é a pessoa mais caricata de valdanta ele cantoneiro, cigano ,viajante eu sei là quantas profissoes ele tem .Lembro-me bem como se fosse hoje tinha eu dez anos quando o conheci e por azar fomos mesmo morar ao pé dele na rua dos gatos em valdanta , um dia andava eu com o meu tio Quico no monte na azinheira e apareceu ele todo catita o meu tio perguntou de onde vinha e ele respondeu-lhe que tinha ido a meixide depois a pastoria curalha cando noval soutelo eu sei la quantos quilometros tinha feito porque andava a envestigar o roubo de um carro e ja sabia quem tinha sido so estava à espera que chegasse a guarda o meu tio virou-se pra nos garotos que estavamos a ouvir e ds-nos: garotos arregassaias calcas porque o rigueiro ja chega aqui vos molhai-vos todos


Comentar post

J. Pereira
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


O Tempo em Valdanta
blog-logo
Flavienses TT
Visitas
posts recentes

Uma Matança em Valdanta

Mais reis

Os Reis de 2013 cantados ...

S. Domingos

Cantos da minha paixão

O Folar de Chaves

Neblina até Curalha

Grupo AMIZADE

CALDO DO POTE (para o Nov...

Boas Festas

O Cando com Encanto

Valdanta está em festa

Festa de S. Domingos - Pr...

Um amigo está doente

“Maldição de S. CAETANO(?...

Xinder

Princípio do Fim

Brincadeiras

UMA PÁSCOA EM TEMPO DE CR...

Missa de 7.º Dia

Recantos da minha Terra

Geração à Rasca

Valdantenses por outras p...

A Primavera vem aí

S. Domingos 2011

Amendoeiras em Flor

Reflexos

Tive Sorte

Recantos

Beleza de Valdanta e do M...

Esclarecimento

O recreio da minha escola

Um bom serão

Torneio de FUTSAL

Os Reis

Hoje é dia de Reis

Feliz 2011

Feliz Natal

Matança do Reco na ABOBEL...

O Blero

G. D. de Chaves (anos 50)

4.º Aniversário do Blog

S. Domingos - Resumo da s...

Ovelheiro

Igreja da Abobeleira

Nadir Afonso - Doutor Hon...

Encontro dos Bloguistas d...

Recanto de Valdanta

A D. Maria Isabel faleceu

É preciso ir aos treinos

arquivo

Março 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006