Imagens, Comentários e Estórias de Valdanta (Chaves) e das suas gentes. O meu endereço é "pereira.mos@sapo.pt"
Segunda-feira, 1 de Janeiro de 2007
Reis de S. Sebastião

São estes os versos dos Reis de S. Sebastião

solo 

Viemos dar Boas Festas,

Alegremente cantando.

todos

Que tenhais boa saúde

Em princípio de Bom Ano.

solo

Viemos cantar os Reis,

Viemos por devoção.

todos

Dai a esmola que puderens

para o s. Sebastião.

 

O cantar dos Reis de S. Sebastião na freguesia de Valdanta é, para mim, a festa mais popular e tradicional da freguesia.

Cantam-se no dia 5 de Janeiro e têm como objectivo angariar fundos para aquisição do azeite que deverá alimentar a lamparina que ilumina o Santíssimo na Igreja Paroquial da freguesia, durante todo o ano.

Esta festa é o cumprimento de uma promessa secular (talvez remonte à idade média) feita a S. Sebastião para que lhes livrasse os seus animais de qualquer maleita, peste ou doença, já que sempre foram o governo das famílias.

Consta-se que um ano (já não é da lembrança de ninguém) não se cantaram os reis a seu devido tempo, então houve uma peste que dizimou a maioria dos porcos da freguesia. Assustados e perplexos com a anomalia a população reuniu-se e em pleno verão cantou os reis e fez o respectivo peditório, e daí em diante nunca mais os reis de S. Sebastião ficaram por cantar. Também ouvi falar que há cerca de 5 ou 6 anos não se apresentaram os respectivos mordomos para o efeito, tendo a Junta de Freguesia chamado a si a organização do evento e tudo correu a contendo.

Para os naturais ou residentes em Valdanta, esta organização é tão comum como qualquer outro sistema de eleições, nomeações ou escolha de qualquer comissão  de festas ou outra coisa qualquer, mas tem regras que todos conhecem. Para os de fora, não é bem assim, pois não conhecem o sistema, e então passo a explicar como toda esta organização funciona.

Normalmente são dois os mordomos. Têm que ser homens casados, e é por ordem da data do seu casamento que são escolhidos e podem aceitar ou não. Resulta, mais ou menos, com cerca de 30 a 35 anos de casado. As pessoas vão fazendo as contas  e vendo quanto chega a sua vez. Às vezes aqueles que emigraram, só quando regressam definitivamente se aprestam a ser mordomos.

Cada mordomo tem os seus convidados, como do casamento de um filho se tratasse, e prepara-se com mantimentos  para sustentar, nesse dia, todos os seus convidados, que por norma só são homens. As mulheres são para tratar da comida e preparar a festa para noite que é até que as forças não deixem mais.

Falar dos Reis de S. Sebastião em Valdanta é um prazer que não se acaba e não posso ter a pressunção ou veleidade de querer colocar num post desta natureza toda uma vivência e história secular.

Convido-vos a consultar o livro "Festas e Tradições Portuguesas" de Jorge Barros e Soledade Martinho Costa, editado pelo Círculo de Leitores em 2002, de onde retirei, com a devida vénia,  as fotografias que vos apresento, por não possuir nenhum suporte para o efeito. Faço daqui um convite ou apelo ao Jorge Romão para que este ano faça uma reportagem, caso possa, e a publique  no seu Blog.

BOAS FESTAS ME DAREIS OS REIS



publicado por J. Pereira às 23:35
link do post | comentar | favorito

15 comentários:
De A.Cruz a 3 de Janeiro de 2007 às 14:13
Boa Foto. O fundo é fachada da capela da Granjinha. A ideia dos slides é óptima ! Também possuo o livro, que é uma mas melhores publicações acerca da nossa freguesia. O meu pai está numa das fotos a partir o " bolo-rei " na entrada de casa na Granjinha. Ainda não pude enviar o email, tenho tido vários problemas que me têm impedido de "navegar". Este ano não tem sido fácil...
Um bom ano para si e para a família. Um abraço meu e dos meus pais.
P.S. Já tinha feito um comentário anterior, mas não sei onde foi parar!, É a minha ignorância "informática".


De J. Pereira a 4 de Janeiro de 2007 às 01:24
Já respondi a este comentário mas também não sei onde foi parar. As imagens não estão lá grande coisa porque tenho problemas com o scanner. Também tem uma fotografia onde está a tua mãe, mas como apanha duas páginas do livro não pude trabalhá-la. Um abraço pra v´s todos e bons Reis.
Como é que querias que o teu pai não fosse um compincha dos Reis se já na casa do teu avô (ti Zé Morilho) do Cando era entrada obrigatória de toda a gente.


De Tupamaro a 4 de Janeiro de 2007 às 14:11
MAS QUE DOIS «COM ... PIN... G (ch) AS!!!!
Da GRANJINHA ainda se vai CANTAR OS REIS ----ou AS JANEIRAS ---- ao CANDO e/ou a VALDANTA de «fachuco aceso»?!!!........
E, já agora, "quem é o Santo padroeiro da Granjinha?-(((((omais antigo, porque o mais novo, ouvi dizer, era o ""S. João da Cruz!""))))
(E do Cando? E de Valdanta? e de Abobeleira?)"
Longa Vida para Todos.
Um dia.....
Tupamaro


De J. Pereira a 5 de Janeiro de 2007 às 10:40
Amigo Tupamaro. De facto é verdade que antigamente se ia de "fatchuco" acsso cantar os reis a outras aldeias. A minha família do Cando não perdoava e guiados pelo ti Zé d'Avó nunca falhava. A freguesia de Valdanta, talvez por ser a mais próxima da cidade, foi das últimas a ter luz eléctrica.
Quanto aos padroeiros, suponho que da Granjinha é Santa Catarina, do Cando é N.ª S.ª da Lapa, da Abobeleira é Santa Bárbara e de Valdanta á S. Domingos. Claro que os padroeiros mais novos são da Granjinha João Pereira da Cruz, do Cando é o Benjamim Pereira, da Abobeleira é o Artur Pereira e de Valdanta é Alberto Pereira. Atenção com tanto Pereira não pensem que estou a puxar a brasa à minha sardinha, a família é que é grande.


De A.Cruz a 5 de Janeiro de 2007 às 18:03
Acerca dos padroeiros o actual é S.Silvestre , mas as pessoas mais antigas falam que a Capela tinha dois Santos Padroeiros Santa Comba e S.Silvestre ,. Mas um dia um responsável do clero, achou que a Santa estava em muito mau estado , e não esteve com meias medidas, vendeu a Santa. Sobrou o S.Silvestre ou S.Sebastião , pois há pessoas que acham que o Santo que está no altar é S.Sebastião . Terá alguma coisa a haver com os Reis de S.Sebastião ....não se sabe!. A Granjinha tem mistérios insondáveis, então nas suas profundezas muitos mistérios se guardam. É pela que este canto seja tão desprezado....


De J. Pereira a 7 de Janeiro de 2007 às 15:25
O Cruz então qual é a capela de Santa Catarina? Existe na freguesia de Valdanta. Vamos lá indagar e descobrir o seu paradeiro.


De A.Cruz a 7 de Janeiro de 2007 às 21:34
Amigo "Pereira " Santa Catarina é a Padroeira da Abobeleira, Santa Bárbara está em Valdanta, é a Santa protectora da "Trovoada " penso eu. Estará na capelinha que se localiza no topo do Cruzeiro de Valdanta , ao lado do Cemitério, penso que é assim. A Srª da Lapa é realmente no Cando .
Um abraço


De cristina a 14 de Outubro de 2007 às 18:36
Mesmo sendo talvez ja tarde posso confirmar ue St. Barbara se encontra em Valdanta porque até a morte da minha avo ainda era ela que tinha a chave da capela .Agora que Deus a chamou a ele nao sei quem toma conta da capela so espero que esteja entre boas maos.Se alguém me puder responder agradeço.


De J. Pereira a 14 de Outubro de 2007 às 21:46
Olá Cristina. Esta não é a capela de Santa Bárbara de Valdanta que a sua avó tão zelosamente conservava e guardava a chave religiosamente. Esta é a capela da Granginha. Gostava de receber o seu endereço electronico para alguns esclarecimentos, se não se importar mandava-mo para pereira.mos@sapo.pt. Obrigado pelo seu insentivo e eu cá estarei enquanto houver forças e disposição.


De Dinis Ponteira a 5 de Janeiro de 2007 às 11:11
Ótima foto, parabéns pelo novo visual, está óptimo , e vejo pelo perfil que tem estado muito atarefado . um abraço. dinis


De J. Pereira a 5 de Janeiro de 2007 às 12:17
É. Perco mais tempo com as alterações do que a fazer posts e encontro sempre coisas para mudar.
Hoje é dia de Reis em Valdanta e noutros tempos era mesmo dia 5/1, fosse Domingo ou dia de semana. Parava-se tudo.
Obrigado pala visita e um abraço.


De J. Pereira a 8 de Janeiro de 2007 às 14:17
Ninguém reparou na concentração do tocador!... É que o Coradinho leva as coisas muito a sério e estava a tocar para o Santo ou para o João Morilho o que é uma grande responsabilidade. Um abraço para o Fernando (Coradinho)


De A.Cruz a 8 de Janeiro de 2007 às 17:25
Caro "Pereira", já descobri onde se localiza a Santa Catarina, veja comentários dia 7, um abraço


De J. Pereira a 8 de Janeiro de 2007 às 22:00
As Capelas são de facto dos Santos referidos, mas suponho que os da Abobeleira festejam a Santa Bárbara, porque eu recordo-me de quando andadava a estudar em Chaves no dia de Santa Bárbara (4 de Dezembro) virmos pela Abobeleira para o respectivo bailarico, a não ser que a Santa Catarina se festeje por esses dias também, daí a minha confusão.


Comentar post

J. Pereira
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


O Tempo em Valdanta
blog-logo
Flavienses TT
Visitas
posts recentes

Uma Matança em Valdanta

Mais reis

Os Reis de 2013 cantados ...

S. Domingos

Cantos da minha paixão

O Folar de Chaves

Neblina até Curalha

Grupo AMIZADE

CALDO DO POTE (para o Nov...

Boas Festas

O Cando com Encanto

Valdanta está em festa

Festa de S. Domingos - Pr...

Um amigo está doente

“Maldição de S. CAETANO(?...

Xinder

Princípio do Fim

Brincadeiras

UMA PÁSCOA EM TEMPO DE CR...

Missa de 7.º Dia

Recantos da minha Terra

Geração à Rasca

Valdantenses por outras p...

A Primavera vem aí

S. Domingos 2011

Amendoeiras em Flor

Reflexos

Tive Sorte

Recantos

Beleza de Valdanta e do M...

Esclarecimento

O recreio da minha escola

Um bom serão

Torneio de FUTSAL

Os Reis

Hoje é dia de Reis

Feliz 2011

Feliz Natal

Matança do Reco na ABOBEL...

O Blero

G. D. de Chaves (anos 50)

4.º Aniversário do Blog

S. Domingos - Resumo da s...

Ovelheiro

Igreja da Abobeleira

Nadir Afonso - Doutor Hon...

Encontro dos Bloguistas d...

Recanto de Valdanta

A D. Maria Isabel faleceu

É preciso ir aos treinos

arquivo

Março 2013

Janeiro 2013

Agosto 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006